22 de fevereiro de 2017

Histórias de Sucesso

A alma dos negócios


O que faz uma pessoa comum se tornar um empresário extraordinário? Existem muitas teorias para responder a essa pergunta. Assim como existem tantas outras para definir se a capacidade de lançar um negócio de sucesso é um dom inato ou pode ser desenvolvida por qualquer aluno aplicado. Para descobrir quais são as características fundamentais para um bom empreendedor, analisamos a personalidade dos dez ganhadores do prêmio Empreendedores do Novo Brasil, uma parceria da VOCÊ S/A com o Instituto Empreender Endeavor, que acontece pelo quarto ano consecutivo. Os vencedores do prêmio responderam ao Personal Profile Analysis (PPA), um teste de perfil psicológico aplicado pela Thomas International, consultoria inglesa especializada em análise de perfis profissionais. Entre os dez premiados, nove são integradores por natureza, ou seja, são bons em fazer
contatos, cultivar relacion amentos, comunicar-se com a equipe e com os clientes. Seis deles são inovadores, ou seja, têm capacidade para implementar novidades e ir além do convencional. Motivação, o dom de entusiasmar uma equipe em prol de determinados projetos, aparece em cinco dos dez vencedores. Mas não adianta apenas ter o perfil. "Um bom empreendedor é uma combinação de dom e habilidade adquirida. É necessário aprimorar o perfil com experiências", diz Paulo Antunes Veras, diretor-geral da Endeavor. Tão importante quanto ter essas características, portanto, é saber usá-las a favor da construção de negócios milionários, como fizeram os empresários que estão nas próximas páginas.

Descubra se você se identifica com um deles.
1 - ELE CULTIVA RELACIONAMENTOS
A capacidade de cultivar e manter contatos rendeu ao analista de sistemas carioca Jorge Alberto Reis, de 40 anos, um negócio de sucesso em todo o Brasil, o site Ingresso.com, que vende entradas para cinemas, teatros, shows e eventos. "Mais do que ingressos, eu vendo a conveniência de não enfrentar filas", afirma. Sua história começou em 1995, muito antes do site existir. Naquele ano, Jorge desenvolveu um software de automação de bilheteria para uma casa de shows, e hoje está em 70% das salas de cinema do país. Quatro anos depois, criou um sistema de venda de ingressos pela internet. Como já conhecia os donos dos cinemas, ficou fácil oferecer esse novo serviço. Em 2000, ano em que o site foi lançado, vendeu 6 000 ingressos online. No ano passado, bateu a marca de 1 milhão. Manter o networking ativo rendeu bons frutos ao empresário. Segundo o relatório da Thomas International, Jorge tem outra característica presente nas pessoas com perfil integrador como o dele, que é "trabalhar com conceitos já existentes e explorar aplicações e usos alternativos". Foi uma das qualidades que
viabilizaram seu negócio.
2 - ELE SE COMUNICA MUITO BEM
Persuadir quem quer que seja a participar de seus projetos e comunicar-se muito bem. Graças a essas qualidades que o publicitário israelense Dotan Mayo (à direita na foto com o irmão Davi), de 28 anos, sócio com seus irmãos, Davi e Merav, da African Art, uma rede de lojas de produtos para artesanato, mostra seus produtos a milhões de pessoas sem investir um único centavo. O dom de comunicação e os contatos do empreendedor o levaram a conseguir um espaço na Rede Mulher, um canal fechado, onde ele apresenta um programa sobre artesanato, patrocinado por seus fornecedores. "Recebo 200 e-mails por dia dos espectadores. É um sucesso", comemora Dotan. A história da African Art começou em 1999 quando os três irmãos abriram a primeira de suas 15 unidades em todo o país. Na época, os três vendiam peças de artesanato, mas logo perceberam que faltavam materiais básicos para artesãos, como pincel, madeira, gel, essências e parafina. Foi quando decidiram abrir uma loja para vender esse tipo de material. Hoje, já são 15 lojas espalhadas pelo país, que vendem 6 000 itens diferentes. Para aumentar o interesse das pessoas por artesanato, a African Art oferece também cursos para ensinar seus clientes a fazer velas, sabonetes e biscuits. "Por apenas 30 reais, as pessoas se divertem e aprendem a fazer artigos que podem gerar uma renda extra", diz Dotan.
3 - ELE SABE SE PROMOVER
O analista de sistemas carioca Rodrigo Azevedo, de 34 anos, não aparece em frente às câmeras como o empreendedor Dotan Mayo, mas criou um site que reúne quase todos os jornalistas que aparecem na telinha, o portal Comunique-se. Rodrigo é um exemplo diferente de perfil integrador: tem a capacidade de reunir seus
relacionamentos de maneira proveit osa. Foi assim que conseguiu que seu site virasse referência para os 70 000 jornalistas cadastrados nele, além de fonte de consulta para assessorias de imprensa, que pagam para divulgar informações para esse mailing. Hoje, sua lista tem cerca de 300 clientes, mas Rodrigo conta uma história de quando tinha apenas um. Aos 12 anos, ele descobriu que uma professora precisava de estrume para adubar a terra. Rodrigo passou a recolher dejetos de vacas e a vender para ela. Quando a professora deixou a escola, seu
único cliente desapareceu e sua renda também. A lição? "Nenhum negócio pode depender de apenas um cliente", avisa. Essa regra Rodrigo segue à risca até hoje. Nenhum cliente representa mais do que 3% do seu faturamento.
4 - ELA FAZ ANTES
A carioca Heloísa Helena Belém de Assis, de 44 anos, a Zica, é exemplo de pioneirismo e inovação. A análise de seu perfil mostra que ela gosta de desafios, tem soluções criativas e idéias inovadoras. Começou a trabalhar como babá aos 15 anos, aos 21 vendia cosméticos e, aos 32, já era empresária. O salto aconteceu quando, insatisfeita com seus cabelos crespos, Heloísa misturou os produtos que vendia e testou em seus cabelos. Inventou um composto capaz de relaxar qualquer cabelo crespo em 30 minutos. "Queria criar algo para levantar a auto-estima das mulheres", explica. O produto foi patenteado e só pode ser aplicado em uma das cinco filiais do seu salão, Beleza Natural, no Rio de Janeiro, por onde passam mais de 20 000 clientes por mês. Para atender à demanda, a empresa tem uma fábrica que produz 40 toneladas mensais do cosmético. Segundo o relatório da Thomas
International, criar produtos pioneiros é o que move essa empreendedora. Para ela, importa sair na frente sempre.
5 - ELE APOSTA EM NOVIDADES
Inovação também corre nas veias do bioquímico paulista Luciano Fagliari, de 44 anos. Em 1997, ele e a mulher, Marly Fagliari, montaram uma empresa para fabricação e importação de matéria-prima para a indústria cosmética. "A Cosmotec foi fundada com o objetivo de oferecer produtos inovadores, que não eram encontrados no mercado brasileiro", diz Luciano. Hoje, a empresa tem uma fábrica de 8 000 m2, produz 25 produtos e importa outros 400. Seus clientes são companhias como Avon, Boticário, Natura e Johnson & Johnson. Em 2003, aumentou a área de atuação e passou a fabricar cosméticos para animais domésticos, negócio que cresce vertiginosamente. Já são 40 itens para cães e gatos e Luciano pretende ser líder desse mercado nos próximos anos.
6 - ELE TEM FOCO
O engenheiro carioca Rafael Duton (à direita na foto, com o sócio Marcelo), de 28 anos, tem uma característica que falta a pessoas inovadoras. Ele é um dos poucos empreendedores com a chamada "personalidade pé no chão". Para Rafael, é fácil concentrar-se em seu trabalho. "Uma qualidade importante a quem atua em um negócio muito especializado", afirma Victor Martinez, da Thomas International. Mesmo sem conhecer o empresário, Victor acertou. A N'Time, empresa que Rafael criou ao lado do engenheiro Marcelo Sales, produz softwares para celulares, uma área bem específica. Criada em 2000, a empresa já tem contratos exclusivos com as duas maiores operadoras de celular do país.
7 - ELE CONSTRUIU UMA "REDE DE VALOR"
O administrador mineiro Carlos Alberto Barcelos Tamm, o Beto, de 35 anos, fundou a Mastermaq em 1992 ao lado do seu sócio, Breno Nely Leite Praça. Naquela época, os dois tinham 22 anos e um desafio: vender um software de gestão para pequenos escritórios de contabilidade. "Era difícil para dois jovens ter credibilidade para vender uma novidade", lembra Beto. Mesmo oferecendo um produto barato, no primeiro ano só conseguiram 20 contratos. Hoje, 26 000 escritórios usam o software no país. O bom relacionamento que Beto criou com seus clientes faz com
que eles mandem sugestões de melhoria. E metade dos clientes paga pela atualização do software. "Esses empreendedores montaram uma valiosa rede de valor", diz Ricardo Pereira Leite, um dos jurados do prêmio.
8 - ELE TEM O DNA DA NOVIDADE
Durante o mestrado em reprodução bovina, o veterinário paulistano André Dayan, de 35 anos, juntou-se a duas pesquisadoras para criar novas técnicas de fertilização. Os três desenvolveram um método de fertilização in vitro e, em 1999, criaram a Vitrogen, que hoje tem seis laboratórios e 85% desse mercado no país. A empresa faz também testes de pureza racial, clonagem e fertilização de ovinos. Segundo o relatório da Thomas International, essa ampliação do leque é uma característica das pessoas inovadoras. "Para se prevenir do tédio, elas criam novos
projetos ou empreendimentos", explica Victor Martinez, da Thomas. A motivação também está no perfil do veterinário. Recentemente, André reestruturou toda a área de recursos humanos. "Os funcionários podem ganhar até 12 vezes o salário mensal se a empresa bater as metas de faturamento", afirma.
9 - ELE É ESPECIALISTA EM CONCLUIR
O gaúcho Alexandre Luís Pigatto, de 35 anos, é metódico, determinado. Talvez por isso tenha criado um negócio pra lá de especializado. Filho de um caminhoneiro, aos 21 anos montou uma transportadora. Logo mudou sua área de atuação e hoje a Pigatto Transporte Super Expresso só é acionada quando alguém precisa que uma
carga chegue em tempo recorde ao seu destino. "Trabalhamos como um alfaiate, não como uma loja", compara Alexandre. Ele já conseguiu fazer com que um equipamento saísse do interior de São Paulo e chegasse à fábrica da Ford em Camaçari (BA) em menos de três horas. A vantagem que ele tem sobre outras empresas de logística é o preço que cobra pela agilidade do serviço. O resultado está no faturamento da empresa, que cresceu dez vezes de 2000 a 2004. Mesmo com características diferentes dos outros empreendedores, ele soube usar seus pontos positivos a favor do negócio.

10 DESTAQUE 2005
Conheça na próxima página a história de Ivan Barchese, o empreendedor mais bem avaliado pelos jurados.
10 - UM METALURGICO COM MBA
O paulistano Ivan Calia Barchese criou um "sonrisal" para a indústria de alumínio e levou o destaque do prêmio Empreendedores do Novo Brasil deste ano Aos 22 anos, recém-formado em engenharia metalúrgica, o paulistano Ivan Calia Barchese recebeu o maior desafio de sua carreira: salvar a metalúrgica do pai, onde trabalhava desde os 12 anos. A empresa, que já havia faturado 1 milhão de reais por ano e chegou a ter 70 funcionários, estava prestes a ser fechada. Sem nenhum dinheiro em caixa, o engenheiro começou a produzir uma pastilha para
empresas de alumínio, como Alcan, Alcoa e Companhia Vale do Rio Doce, utilizada para dar mais resistência ao produto. "É como um 'sonrisal' que, ao ser misturado ao alumínio líquido, torna o metal mais resistente", explica. A idéia, inovadora no Brasil, conquistou espaço rapidamente e hoje a Mextra atende à metade do mercado nacional. Sua trajetória bem-sucedida rendeu a posição de destaque entre os empreendedores escolhidos neste ano pelo
prêmio Empreendedores do Novo Brasil. Além de reunir as três qualidades mais comuns aos vencedores (senso de inovação, capacidade de motivar e integrar pessoas), Barchese teve as maiores notas na avaliação dos jurados. "Ele mudou a trajetória de crescimento da sua empresa apostando em inovações tecnológicas, o que passou a ser um processo rotineiro", diz Marcelo Nakagawa, chefe da área de pesquisa da Eccelera, empresa de venture capital, e um dos avaliadores do prêmio.
Apesar de ter herdado uma fábrica, Ivan começou como muitos pequenos empresários brasileiros. Ou seja, com um plano de negócios debaixo do braço e financiamento de 50 000 reais do BNDES, que mal dava para montar uma boa linha de produção. Ele demorou 15 dias para atender ao primeiro pedido, depois de algumas noites sem dormir. Em 2001, concluiu MBA pela Fundação Getulio Vargas e, em maio deste ano, inaugurou a segunda fábrica, na cidade de Taubaté (SP), seis vezes maior que a antiga planta do pai. "Ivan faz parte de uma nova geração
de empreendedores que alia excelente formação acadêmica, capacidade de planejamento e execução", diz Marcelo. "Sempre tive a ambição de empreender e nunca gostei de atuar num negócio conservador", afirma Ivan. Segundo os avaliadores, pessoas como ele conseguem criar negócios inovadores que são competitivos em qualquer lugar do planeta. Não à toa, a Mextra já exporta seu produto para vários países e tem 0,5% do mercado global de pastilhas. E a previsão é de que, em 2010, seja dona de 5% desse mercado no mundo.
O NEGÓCIO É EMPREENDER
Fortaleça traços em sua personalidade para mostrar o empreendedor que há em você. (Mesmo que o objetivo não seja criar um negócio, é bom lembrar que empreendedorismo é uma qualidade desejada também nas empresas.) Para isso, Victor Martinez, presidente da Thomas International, consultoria especializada em análise de perfil, recomenda:
1 Entenda quais competências são importantes para a sua carreira
2 Queira transformar sua limitação em uma virtude
3 Aprenda ou desenvolva essa competência por meio de cursos formais
4 Pratique no seu dia-a-dia
5 Busque feedback de um especialista em coaching ou de seu líder sobre sua atuação
VOCÊ É COMO ELES?
Para descobrir se você tem as qualidades mais presentes nos empreendedores escolhidos pela revista VOCÊ S/A e pelo Instituto Empreender Endeavor, é necessário responder positivamente aos quatro itens ligados a cada uma delas.
Veja se esse é o seu caso.
INTER-RELACIONADO (OU INTEGRADOR)
Presente em nove dos dez vencedores
São extrovertidos, ótimos comunicadores e assumem uma postura informal no trabalho. Sabem tirar proveito de seus contatos e integram outras pessoas em torno de seus projetos. Você é assim se:
* Consegue se relacionar bem com pessoas muito diferentes de você
* Sabe se promover
* Tende a construir e a manter relacionamentos duradouros
* Comunica-se entusiasticamente com pessoas dentro e fora de sua empresa
INOVAÇÃO
Presente em cinco dos dez vencedores
Quase visionários, realizam com ânimo o que a maioria considera impossível e precisam de novidades para não se sentirem entediados. Você é assim se:
* Gosta de experimentar idéias, esquemas e de trabalhar em projetos novos e inovadores
* Consegue desenvolver soluções imaginativas para problemas complexos
* Seu ambiente de trabalho ideal é livre de regras
* Se sai melhor ao iniciar idéias novas e projetos do que fazendo uma função rotineira
MOTIVAÇÃO
Presente em cinco dos dez vencedores
São democráticos e estimulam os outros membros da equipe a ter boas idéias. São agradáveis com o time e estimulam os colegas a tirar vantagem dos próprios talentos. Você é assim se:
* Consegue influenciar e entusiasmar as pessoas a trabalhar juntas com eficiência
* É capaz de convencer facilmente os outros do seu ponto de vista
* É hábil para elevar o moral e a confiança das demais pessoas da equipe
* Irradia otimismo e entusiasmo para as pessoas que trabalham sob seu comando

Fonte: Revista Você S/A – Junho/2005

CONTATO
✉ contatos@sitedoempreendedor
✆ +55 55 5555-5555